Eugen Grosche + Kenneth Grant — Manifesto da Ordem Interna "O.T.O." 1955 — Ordo Templi Orientis

Documenta et Ritualia Fraternitatis Saturni
Tifoniana Ordo Templi Orientis

Eugen Grosche / Gregor A Gregorius
Kenneth Grant

Eugen Grosche
Folhas para o aspirante ao Ocultismo

Manifesto da Ordem Interna "O.T.O."
Orientis Britânia
Por Kenneth Grant, 9. Gr. O.T.O.
Abril de 1955 Caderno 61

Organizado por Gregor A. Gregorius, Mestre da Loja Fraternitas Saturnis Orient Berlim

Manifesto
Da Ordem Interna "O.T.O." (Ordem do Templo do Oriente).
Orientis Britânia
Por Kenneth Grant. 9. Gr. O.T.O.

A Ordem da "O.T.O." é uma comunidade com muitos membros.

Seus princípios e finalidades estão estabelecidos no Manifesto Oficial e a Ordem os fez conhecer através do "Equinox", Vol.3, Num. I, publicado em Detroit, em 1919.

A Ordem compõem-se de 10 Graus Principais. – Os Graus mais altos contêm as fórmulas mágicas e os mais altos e práticos Mistérios Mágicos e Místicos, cuja origem está baseada nas velhas religiões da Antigüidade.

Nos Graus inferiores, o candidato, através de um sistema de oito partes com Símbolos e Ritos, se aprofunda na sua essência e é guiado para o conhecimento das mais altas Palavras, as quais são ensinadas no Sanctuarium da Gnose, no 9. Grau.

A formação na própria autocontemplação e as possibilidades de conhecimentos, assim como, a adaptação na própria conduta espiritual, sua correta e observada ação e um harmônico comportamento, guiam-no para as portas de seu Templo Místico Central, o que, no Ocidente, somente é encontrado, completa e praticamente, através da O.T.O., pela qual podem ser ensinadas e expostas.

Na Ordem, os essenciais conhecimentos esotéricos das Antigas Tradições Egípcias, os conhecimentos da Gnose, anterior à Era Cristã, os místicos e mágicos conhecimentos esotéricos, serão expostos, como os são, nos mistérios da Sagrada Kabbala e proclamados como na formação e ensinamentos seculares da Arcana Escola Alquímica e Mágica, assim como a Arte no emprego prático dos princípios essenciais da Ciência Hermética será completada através dos Mistérios e Práticas Ofidianas.

A esta curta enumeração destas singulares ciências e disciplinas que os candidatos deverão estudar para chegar aos mais altos graus da Ordem, damos algumas indicações vitais sobre aqueles trabalhos, necessárias para começar uma longa e sistemática introdução aos ensinamentos, a maneira precisa de estudar e aprender, antes de poder realizar-se nos altos graus. Os professores e mestres consideram enfaticamente que c ada neófito deva estar seguro na teoria destas disciplinas, antes de permitir que ele as possa praticá-las e empregá-las.

A Ordem não vibra em torno dos Neófitos! Eles devem achar o caminho para esta, sozinhos, e será exigido um trabalho árduo e contínuo. As frutas amadurecem somente para os verdadeiros sábios. O alvo espiritual na realização se deixa devolver com pesadas palavras, mas nós também lemos no legado da "Anunciação de Nuit":

"Eu dou prazeres inimagináveis sobre a Terra... também Eu tenho uma glória secreta para os que me amam."

Ou com as palavras do Livro "Tzaddi":

"Eu peço pela consciência da Bem-Aventurança. Eu estou aqui e na Terra. Antes que passe uma hora do tempo, Você estará comigo na Abadia, além detodas as transitoriedades... Para todos que odeiam meu conhecimento vejo sóa mim. Pois aqueles que se regozijam no meu Amor serão protegidos de todoinfortúnio. Eu juro pela sepultura do meu corpo, pelo meu sagrado coração eminha língua, por tudo que eu posso dar e po r tudo que eu secretamente desejo.--"

Quando, mais tarde, o Neófito se tornar um Adepto, os sinais serão inequívocos e novamente as palavras de Nuit serão citadas:

"E o sinal deverá ser meu êxtase, a consciência da continuidade da existência, a onipresença do meu corpo."

Quando o candidato pedir sua admissão à Ordem O.T.O. será requerido:

  1. Que ele seja capaz, um material intelectual a ser usado, e apto a compreender os ensinamentos que lhe serão dados a possuir, e que demonstre um profundo interesse no estudo de livros correspondentes.
  2. Será solicitado que ele demonstre minuciosamente os motivos que o levaram ao pedido de admissão à Ordem.
  3. Será obrigado a seguir, como estudante, às diretrizes dos superiores da Ordem e, mais tarde, como erudito da Ordem se fará obedecer.


Seis meses após a admissão à Ordem, o candidato será diplomado nas diversas Artes das disciplinas que escolheu.

Então, ele, terá que provar o domínio relativo aos respectivos ensinamentos recebidos.

Também será pedido a ele que, através dele, outras pessoas se familiarizem com a Obra e o estudo, com o intuito de sucessão. Com isto, também esta pessoa, compreenderá a necessidade da união com os corpos consagrados e, depois, se ajustará com a Vontade, aniquilando cada tirania e, num sentido amplo, matando a sua liberdade individual.

Para que ele tenha uma plena mobilização, foram preparadas estas bem merecidas palavras que se seguem:

"Faze o que Tu queres! Esta é a Totalidade da Lei!

Amor é a Lei! Amor Sob Vontade!"

Pois estas palavras moldam totalmente o fundamento e a base!

"Amor é a Lei! Amor Sob Vontade!"



© Tradução Sociedade Lamatronika
Original: Manifesto of the "O.T.O." Orientis Britania 1955
Facsimile in: In Nomine Demiurgi Saturni 1925-1969, München 1998, 143-146.

More about all this in: Andreas Huettl and Peter-R. Koenig: Satan — Jünger, Jäger und Justiz




Traduções portuguesas

Peter-R. Koenig: Introdução à Ordo Templi Orientis.
P.R. Koenig: Os Espermo-Gnósticos e a Ordo Templi Orientis.
P.R. Koenig: Criação Extática de Cultura.
P.R. Koenig: A Aura do Fenômeno O.T.O.
P.R. Koenig: O Ambiente do Reich dos Templários — Os Escravos Servirão.
P.R. Koenig: Fetiche, Auto-Indução, Estigma e Rôleplay.
P.R. Koenig: Versão Jogo de uma O.T.O.–Fatamorgana.
P.R. Koenig: Carl Kellner Jamais um membro de qualquer O.T.O.
P.R. Koenig: Theodor Reuss: Avô da Sociedade Antroposófica?
Theodor Reuss: Programa De Construção E Princípios Orientados Dos Neocristãos Gnósticos O.T.O. 1920.
T. Reuss: I° Grau.
P.R. Koenig: Carl Willian Hansen – Dinamarca.
P.R. Koenig: The History of the O.T.O. in America.

Marcelo Ramos Motta: Ritual de Iniciação do Grau I O.T.O.
Marcelo R. Motta: Carta A Um Maçon.
  • Marcelo R. Motta: Lettre à un maçon brãsilien.
  • Marcelo R. Motta: Letter to a Brazilian Mason UNEXPURGATED.
  • Bibliographic Note and Addendum to "Letter to a Brazilian Mason by Marcelo Ramos Motta".
    Marcelo Ramos Motta to Karl Germer, July 2, 1954.
    Marcelo Ramos Motta about Paulo Coelho and others.
    Marcelo Ramos Motta: The Development of a Secret Society in America in the Years 1957-2000.

    P.R. Koenig: O Conquistador do Graal.
    P.R. Koenig: Uma O.T.O. no Brasil.
    Euclydes Lacerda de Almeida - Marcelo Ramos Motta - Kenneth Grant: Documentos 1966-1997.
    Marcelo Motta palavras com Euclydes Lacerda de Almeida, 18 de dezembro de 1973.
  • Translation of Marcelo Motta's tape to Euclydes Lacerda, dated 1973.
  • Euclydes Lacerda de Almeida: Marcelo Ramos Motta — Um Enigma.
    Claudia Canuto de Menezes: Conheci Marcelo Ramos Motta nos idos anos 70.
  • Claudia Canuto de Menezes: I met Marcelo Ramos Motta in the 70’s.
  • Euclydes Lacerda de Almeida: Emails to P.R. Koenig.
    Marcelo A.C. Santos: A Verdadeira História do "Califado" no Brasil.

    Kenneth Grant/Eugen Grosche: Manifesto da Ordem Interna "O.T.O." Orientis Britânia 1955.
    P.R. Koenig: Kenneth Grant e a O.T.O. Tifoniana.
    P.R. Koenig: Plano 93 do Espaço Exterior.
    Michael Staley: O.T.O. Tifoniana — Uma Breve História.
    Kenneth Grant: Concernente ao Culto de Lam.
    Michael Staley: Lam: O Portal.
    Michael Staley: Um Instrumento de Sucessão.
    Michael Staley: Ã Um Vento Ruim que Sopra ...
    Michael Staley: Lam Workshop.
    Simon Hinton: Sua totalidade na Mente.

    Fernando Liguori: Influência Tifoniana.
    Fernando Liguori: A Influência Tifoniana na O.T.O. Brasileira.
    Fernando Liguori: A Tradição Tifoniana.
    Fernando Liguori: Ritual da Estrela Nu-Isis.

    P.R. Koenig: In Nomine Demiurgi Saturni.
    P.R. Koenig: Saturno-Gnose: A Arte de Amar e Viver.
    Fraternitas Saturni: A apresentação solene do Anel de Loja.
    Walter Jantschik: Magia Sexual Licantrópica.
    Walter Jantschik: A Animação do GOTOS.
    Walter Jantschik: A Ordo Baphometis. Uma ordem mágica hermãtico-gnóstica.


    Michael Staley, 2003: "Não existe 'Typhonian O.T.O.' Brasileira; nem nada semelhante a isto. Ninguãm está autorizado a representá-la em nosso nome, ninguãm tem nossa benção. Todas e quaisquer alegações são fraudulentas."
  • Michael Staley, 2003: "There is no Brazilian 'Typhonian O.T.O.'; nor is there likely to be. No-one is authorised to act on our behalf, no-one has our blessing. All such claims are fraudulent."



  • Fenômeno O.T.O.   página principal    |    página de navegação    |    A Aura do Fenômeno O.T.O.    |    correspondências
    What's New on the O.T.O. Phenomenon site?



    Search Parareligion Website




     

           Fraternitas Saturnian Emblem

      LAM — Typhonian O.T.O.




    Click here to go back to where you came from or use this Java Navigation Bar:

    Memphis Misraim Carl Kellner Spermo-Gnostics The Early Years O.T.O. Rituals Ecclesia Gnostica Catholica Fraternitas Rosicruciana Antiqua Fraternitas Saturni Typhonian O.T.O. 'Caliphate' Pictures RealAudio and MP3 David Bowie Self Portrait Books on O.T.O. Deutsche Beiträge Charles Manson Illuminati